Resolva problemas com móveis planejados

Um sonho pode virar pesadelo, quando o consumidor que adquire móveis planejados, enfrenta problemas com os fornecedores.

Cada vez mais brasileiros, querem uma casa com organização e simetria decorativa, que os móveis planejados prometem. Antes somente aqueles que tinham um poder aquisitivo maior e fascínio por organização, buscavam decorar a casa dessa forma.

Porém hoje em dia, ter o lar bem organizado e harmônico, é uma meta que mais gente consegue atingir. Afinal, quem não fica alegre e satisfeito vendo a casa com todos os móveis e bem elegante?

Mas, com o aumento da demanda, as dores de cabeça com as fornecedoras cresceram também. Atrasos na entrega, móveis que já vêm com defeito, chegam e não parecem nada com as fotos anunciadas ou dão algum problema em pouco tempo. Tudo isso, transforma o sonho em uma grande decepção.

O que fazer diante de tudo?

O primeiro passo depois de se encontrar nessa situação é reclamar para o fornecedor. De acordo com o Código de Direito do Consumidor, o prazo para queixa é de 90 dias para vícios de fácil constatação, contados desde o momento da entrega. Em caso de vícios ocultos, o consumidor pode reclamar em 90 dias após a constatação.

Além disso, a pessoa prejudicada pode reclamar no Procon. Basta acessar o site (clicando aqui) e detalhar os problemas com o fornecedor dos móveis planejados. Tentando dessa forma, solucionar a questão administrativamente.

E se nada disso funcionar?

Se mesmo diante de tudo a empresa fornecedora não resolver, o consumidor deve entrar com um processo judicial. Recomendamos que procure um bom advogado, com experiência comprovada em defesa do consumidor para ingressar com a ação – requerendo o cumprimento da obrigação ou devolução do valor, conforme for de seu interesse.

Além disso, cabe um pedido de indenização por danos morais. Lembra de toda a decepção que citamos no início deste texto? Então, é por isso que uma ação desse tipo se torna totalmente viável.

Não perca tempo

Tem qualquer dúvida sobre o assunto? Fale conosco agora mesmo, clicando no ícone do WhatsApp na tela.